Todos os posts do mês janeiro, 2016

Como evitar Piolhos em Aves

Os piolhos são insetos parasitas que precisam de hospedeiros para sobreviver. Eles vivem nos animais sugando o sangue ou se alimentando de restos de pele e sujeira deixada sobre ela. Apesar de serem minúsculos trazem grandes problemas. Os pássaros de estimação geralmente são infestados pelos piolhos quando entram em contato com aves selvagens contaminadas, aves […]






Os piolhos são insetos parasitas que precisam de hospedeiros para sobreviver. Eles vivem nos animais sugando o sangue ou se alimentando de restos de pele e sujeira deixada sobre ela. Apesar de serem minúsculos trazem grandes problemas. Os pássaros de estimação geralmente são infestados pelos piolhos quando entram em contato com aves selvagens contaminadas, aves que vivem soltas e vem até outras gaiolas, por isso é difícil se fazer uma prevenção eficaz. É muito importante estar sempre atento e ao perceber a presença de uma ave infestada, separá-la das outras para ser tratada.

Esses tipos de piolhos causam anemia nos animais deixando-os fracos, com queda de penas e pode até levá-los a morte, pois sugam nutrientes através do sangue. Os principais sintomas que a ave apresenta são perda de apetite, irritabilidade, lesões pelo corpo, queda de penas, fraqueza; as aves sentem e sofrem muito mais do que nós, já que não podem evitar a coceira, nem retirar os piolhos. Para o tratamento e cura das doenças que esses parasitas podem trazer o ideal é o uso de medicamentos homeopáticos.

A Homeopatia Veterinária trata os animais da melhor maneira, com medicamentos naturais que não trazem em sua fórmula nenhum tipo de efeito colateral e nenhuma substância que possa causar intoxicações.
A Arenales Homeopatianimal é uma empresa especializada na fabricação desses remédios que busca através de seu laboratório, oferecer cada vez mais qualidade sem nenhum risco para a vida dos pássaros. Na loja virtual da Arenales você encontra remédio para Piolhos em Aves.

Fator Vermes e Piolhos Aves Ornamentais® é o medicamento certo para acabar com esses parasitas e deixar as aves livres desse sofrimento e mais saudáveis.

Mastite ou Matite – Inflamação mamária do Rebanho Leiteiro

Mastite ou Matite A Mastite ou Matite é a inflamação da glândula mamária causada por bactérias, normalmente dos gêneros Staphylococcus, Streptococcus ou Actinomyces; é a principal doença que afeta os rebanhos leiteiros no mundo inteiro, causando prejuízos econômicos, pois afeta de qualquer forma ou intensidade a produção de leite, reduzindo a quantidade e qualidade produzida. […]






Mastite ou Matite

A Mastite ou Matite é a inflamação da glândula mamária causada por bactérias, normalmente dos gêneros Staphylococcus, Streptococcus ou Actinomyces; é a principal doença que afeta os rebanhos leiteiros no mundo inteiro, causando prejuízos econômicos, pois afeta de qualquer forma ou intensidade a produção de leite, reduzindo a quantidade e qualidade produzida.

Existem diversos testes para detectar Mastite ou Mamite bovina como: contagem de células somáticas (CCS), exame físico do úbere, aparência do leite, além da Califórnia mastite teste e cultura bacteriana.

A olho nú é possível perceber o úbere inchado e de cor avermelhada, dolorido e quente. O leite apresenta-se aguado ou grosso, além da cor amarelada com flocos ou coágulos. À medida que a vaca diminui a produção de leite, diminui o apetite e perde peso.

matite ou mastite

Em alguns casos é necessário secar a vaca, para ter certeza de que ela está livre da doença. Primeiro é importante examinar a glândula para confirmar a ausência de Mamite, animais com Mamite devem ser tratados antes de começar o programa de secagem, e em seguida provocar a secagem por alteração da dieta, suspender concentrados. O ideal é fazer a mudança do animal de ambiente para que não tenha contato com coisas que estimulem a produção de leite. O proprietário deve estar sempre atento e observar o aparecimento de sinais de inflamação, se o animal manifestar esse tipo de sinal, nesse período deve suspender a secagem, tratar e só depois reiniciar a secagem. Após duas semanas a vaca estará seca e o animal deverá iniciar seu programa de alimentação.

Para prevenir seu animal da Mastite é essencial o manejo correto na hora da ordenha, com equipamentos limpos e com manutenção em dia. Uma boa nutrição também ajuda a manter a imunidade da vaca, e não menos importante, os medicamentos para controle e prevenção que não comprometem desempenho produtivo e não geram resíduos no leite.

A Arenales Homeopatianimal é uma empresa especializada não só em medicamentos homeopáticos, mas também em oferecer saúde com qualidade. Por isso no seu Laboratório Homeopático são produzidos sob rígidos padrões de segurança, os melhores Fatores® Homeopáticos para seus animais, independente de raças e tamanhos.

Para tratar a vacada e combater a Mastite/Matite você conta com o Fator M&P Pó®, um medicamento complementar para redução de células somáticas, incremento da produção de leite, além de ser indicado para tratamento de infecções do casco. Conte com a Arenales e deixe seu animal protegido e mais saudável.

Detectou a inflamação em seu Rebanho? Peça já o Fator M&P Pó®

fator mp po

 

Conviver com cães diminui o risco de asma em crianças

cachorro-bebe

As crianças que convivem com cães durante o primeiro ano de vida tem 15% menos chance de desenvolver asma durante a infância. Foi o que mostrou um estudo feito na Suécia. Muitas pessoas mantém o ambiente completamente limpo e são totalmente contra a presença de um cachorro ou um gato em casa quando chega um […]






As crianças que convivem com cães durante o primeiro ano de vida tem 15% menos chance de desenvolver asma durante a infância. Foi o que mostrou um estudo feito na Suécia.

cachorro-bebe

Muitas pessoas mantém o ambiente completamente limpo e são totalmente contra a presença de um cachorro ou um gato em casa quando chega um novo membro humano na família. Mas, nos Estados Unidos já foi feito um estudo com ratos que revelou que o contato com a “poeira” dos cachorros melhora o sistema imunológico, protegendo a pessoa contra asma e outras alergias. Porém, o convívio precisa ser no primeiro ano de vida, que é quando o sistema imunológico está se formando.

Os pesquisadores que realizaram o estudo na Suécia analisaram a saúde de mais de um milhão de crianças nascidas entre 2001 e 2010. A Dra Tove Fall, líder da pesquisa, afirmou que outros estudos já tinham revelado que o risco de desenvolver asma é menor para quem cresce em fazendas. Ela quis comprovar que o mesmo acontece também para quem convive com cães dentro de casa.

Além dos benefícios pra saúde, os cães deixam a nossa vida muito mais feliz. Agora que você tem vários motivos para ter um, leve um cãozinho para casa, você não vai se arrepender!

Fonte: tudosobrecachorros.com.br