Todos os posts do mês março, 2017

Março Amarelo: Doença renal em animais

Estamos no mês de março e você sabe o que isso significa? Significa que estamos no mês internacional do cuidado e prevenção da doença renal. Nossos pets precisam de proteção todos os meses do ano, mas neste mês a campanha ganha uma força maior e por isso devemos abraçar essa causa! Ao longo do tempo […]






Estamos no mês de março e você sabe o que isso significa? Significa que estamos no mês internacional do cuidado e prevenção da doença renal. Nossos pets precisam de proteção todos os meses do ano, mas neste mês a campanha ganha uma força maior e por isso devemos abraçar essa causa!

Ao longo do tempo muitas mudanças acontecem e interferem no organismo do nosso animal. Infelizmente essas mudanças também afetam os rins dos nossos animaizinhos e infelizmente a maior tendência é que eles comecem a “falhar”. O que pode ocorrer então é alguma doença renal em cães e gatos.

Causas da doença renal

Existem diversos fatores que podem causar a doença renal, entre eles:

  • Idade
  • Infecções
  • Câncer
  • Doenças congênitas e hereditárias
  • Parasitas como pulgas e carrapatos
  • Doenças autoimunes
  • Trauma
  • Reação tóxica a venenos ou medicamentos

Sintomas da doença renal

Estes são os primeiros sinais de que a doença renal pode estar acontecendo em seu amigo de 4 patas:

  • Vontade de fazer xixi a todo instante
  • Urina em tom claro
  • Urina com sangue
  • Sede excessiva
  • Vômitos e diarreia
  • Perda de peso

Caso note algum destes sinais, procure o médico veterinário rapidamente.

A Arenales é uma fabricante de produtos homeopáticos e tem o produto ideal para cada tratamento do seu melhor amigo. Em casos de doenças renais é indicado o Fator Renal Pet.

O FATOR RENAL PET® é um medicamento homeopático complementar em degeneração renal, urina sanguinolenta, acompanhado com febre, vômitos e desidratação. Com isso o Fator Renal Pet promove uma gradativa ativação da função renal, e consequentemente uma redução dos sintomas causados pela insuficiência renal. O ideal é que o tratamento se estenda para garantir a segurança e qualidade de vida do seu animal.

Se interessou? Confira nosso produto abaixo:

fator renal pet

A Arenales preza pela saúde e bem estar dos animais em qualquer ocasião. Garanta a felicidade do seu bichinho, use medicamentos de segurança!

Como cuidar dos animais de estimação durante o frio?

petmaniadf_pet_com_frio

Baixas temperaturas também podem afetar os animais que não estão livres das doenças da estação. Patas, narizes e orelhas precisam de atenção especial durante os meses de inverno. Pet molhado e tremendo de frio é doença certa! Pet saudável e bem alimentado consegue regular melhor sua temperatura interna. Mas não subestime a saúde de seu animal. […]






Baixas temperaturas também podem afetar os animais que não estão livres das doenças da estação. Patas, narizes e orelhas precisam de atenção especial durante os meses de inverno. Pet molhado e tremendo de frio é doença certa! Pet saudável e bem alimentado consegue regular melhor sua temperatura interna. Mas não subestime a saúde de seu animal. A seguir, algumas dicas para que seu pet tenha um inverno bem aquecido.

Para os animais que ficam fora de casa

Para quem tem cães de guarda, o aliado à segurança da família merece um abrigo seguro para se proteger do vento, chuva e frio. Independente do material constituído, as casinhas de cachorro devem estar dispostas de forma a não receber rajadas de vento. Da mesma forma, seria interessante respeitar uma boa orientação solar para que ela receba a maior quantidade possível de raios solares durante o dia.

 

Verifique se existe alguma goteira que comprometa o conforto térmico do local. Se você tem o costume de oferecer cobertas, trocá-las semanalmente auxilia a manter a saúde da pele e pelos do animal. Nunca deixe seu cão em cobertores molhados.

Alimentação

Talvez seja interessante aumentar um pouco o aporte energético do cão que dorme fora de casa. Alguma coisa em torno de 15% favorece a produção de uma camada de gordura, ganhando assim um aliado à manutenção do calor do corpo. Em caso de doença, estar com um pouco de reserva também auxilia na recuperação. Cães enfermos podem ficar alguns dias sem querer se alimentar. Pergunte ao veterinário sobre o estado corporal de seu cão antes de aumentar a quantidade de ração.

Roupas

Nada contra se seu cão aceitar roupas no inverno, mas jamais deixe-as molhadas sobre o corpo dele. Se você tem um gato que tem livre acesso à rua, tenha em casa um local aquecido e pronto para recebê-lo. Se possível, permita a ele passeios mais curtos nessa época do ano e isso vale também para os cães. Algumas pessoas acostumaram seus pets a caminhar com sapatilhas especiais que protegem as patas da umidade e do frio. Mas se seu cão não se adaptou, deixar os pelos entre os dedos das patas mais curtos facilita a secagem quando o animal voltar para casa.

Quem tem pássaros pode ter que trocar a gaiola de lugar no período de inverno. O abre e fecha de portas e janelas pode prejudicar a saúde deles. Sem esquecer que gaiolas também precisam ser cobertas à noite, o que auxilia a manter o calor.

Para os animais que ficam dentro de casa

O vilão dos animais que ficam no ambiente interno são as mudanças bruscas de temperatura. Na hora de sair, é bom o uso de vestuário adequado e perder alguns minutos na cozinha, antes de ir à rua, é uma forma de seu cão se adaptar à diferença de temperatura de forma lenta e progressiva. Alguns também sofrem com o ar condicionado por ressecar as vias respiratorias. Animais que vivem dentro de casa já não necessitam de reforço alimentar, pelo contrário: por se exercitar menos nessa época do ano, os pets tendem a engordar.

Cuidado especial para quem costuma dar banhos no seu pet em casa. Nunca deixe o animal se secar sozinho, mesmo em ambiente seco. Nosso inverno é úmido e cães e gatos peludos podem desenvolver fungos nos pelos. Para aqueles sem cobertura pilosa, como os pinschers, uma roupinha vai muito bem, mas deve-se respeitar momentos sem roupas para a ventilação da pele.

Os animais que sofrem de reumatismo, mais comum em animais velhos, terão suas dores aumentadas com o inverno. O ideal é deixá-lo em um ambiente quente e longe das correntes de ar, como porta e janelas. Se é um animal de livre trânsito pelo pátio, melhor seria confiná-lo durante os períodos mais frios. Animais velhos ou covalescentes também precisam desse cuidado.

 

E para quem leva seus mascotes para regiões de frio extremo, é bom lembrar que nossos cães não estão acostumados com neve, muito menos estamos habituados a nos preocupar com as extremidades dos corpos deles. Produtos específicos para a proteção das extremidades dos cães costumam ser vendidos em pet shops locais.

Doenças Respiratórias

Vilãs do inverno, animais envelhecidos, convalescentes ou que atravessam um período de baixa imunidade podem ter seus efeitos agravados, prejudicando ainda mais sua saúde. Para alguns agentes patológicos, o uso preventivo da vacina continua sendo uma boa opção. Consulte um veterinário.

Prevenção

Para prevenir e aumentar a imunidade do seu pet nessas épocas a Arenales conta com Fator Infecções Pet!
O FATOR INFECÇÕES PET®, é um medicamento homeopático que age determinando um incremento na resposta imunitária do organismo ativando os mecanismos de defesa. Desta forma os processos infecciosos têm seu quadro abrandados, pois potencializa a recuperação do animal.

Fonte: revistadonna.clicrbs.com.br

Vermes em cães tipos e sintomas

por-que-os-caes-ficam-com-lingua-de-fora

Verminose A verminose é uma patologia muito comum em cães que pode ocasionar sérios problemas e até mesmo por em risco a vida do cão, dependendo do grau de severidade com que ocorre e da idade e estado em que se encontram. Os diversos tipos de vermes em cães podem ser encontrados no intestino, coração, […]






Verminose

A verminose é uma patologia muito comum em cães que pode ocasionar sérios problemas e até mesmo por em risco a vida do cão, dependendo do grau de severidade com que ocorre e da idade e estado em que se encontram.
Os diversos tipos de vermes em cães podem ser encontrados no intestino, coração, estomago, esôfago, pulmão e rins. Vermes em cães provocam irritação, infecção e destruição dos tecidos e mucosas dos órgãos onde se alojam devido a sua fixação; obstrução de vasos e dos órgãos ocos devido ao acumulo de parasitas; espoliação de células e substancias alimentares quando alojados no intestino onde retiram vitaminas e outros elementos vitais; além da ação tóxica causada pelas exotoxinas e endotoxinas que produzem.

Tipos de Vermes em cães

Existem vários tipos de vermes em cães, que são classificados entre “redondos” e “chatos”.
A contaminação pode acontecer pela via oral (ingestão de ovos, oocistos ou larvas infectantes), via percutânea (penetração ativa das larvas pela Pele), via intra uterina (através da placenta, contaminando o filhote ainda na barriga da mãe) e pela via galactogênia (filhote é contaminado através do leite da mãe).

Danos causados por vermes em cães

Muitos são os danos causados por vermes em cães como obstrução ou ruptura intestinal, anemia, diarreia, vômito, convulsões, pneumonia, emagrecimento progressivo, pêlos ásperos e sem brilho, crescimento tardio, predisposição a outras doenças, menor absorção e digestão dos nutrientes, perda de sangue e proteína. Cães com aspecto saudável também podem ter vermes e portanto, é fundamental que o cães sejam vermifugados corretamente e façam exames de rotina regularmente.

Sintomas de Vermes em cães

  • Animal com a barriga abaulada, onde é comum o proprietário achar que seu animalzinho esteja gordinho;
  • Olhar triste, que deve ser avaliado por um profissional para diferenciação de outras doenças;
  • Animal arrasta o “bumbum no chão”;
  • Magreza;
  • Fezes moles, com sangue;
  • Presença de vermes nas fezes, onde é importante a observação do proprietário para relatar ao médico veterinário o tipo de verme encontrado para um bom diagnóstico e tratamento adequado, existem vermes redondos, achatados, e vermes que soltam proglotes parecido com uma semente de pepino ou grão de arroz.

Tratamento

A Arenales é uma empresa especializada em Homeopatia Animal, com laboratórios fabricantes de medicamentos para tratamento e prevenção de diversos tipos de doenças, entre elas os vermes. Nesse caso indicamos nosso medicamento homeopático Fator Vermes Pet!

Usando o Fator Vermes Pet, nos animais adultos, ocorrerá gradativamente a eliminação dos parasitos,que serão visíveis ou não nas fezes dependendo da macroscopia dos mesmos.
Acompanhe os resultados efetuando a cada 60 dias exames de fezes.

Consulte seu Médico Veterinário pois os sintomas decorrentes da infestação da verminose deverá ser tratada especificamente com nossos Fatores Infecções Pet, Pró Imune Pet® ou Estresse Pet® conforme a recomendação após o exame clinico e exames complementares realizados por seu Médico Veterinário de confiança.

Encontre nossos produtos aqui: https://goo.gl/kH6U6W