HOMEOPATIA ANIMAL
HOMEOPATIA VETERINÁRIA

Como saber se seu peixe está saudável o suficiente?

A alimentação dos peixes é um dos maiores segredos para sua saúde e vivacidade.
Hoje em dia, temos uma ampla variedade de alimentos, cada um com sua especialidade. Quanto maior a diversificação na alimentação, melhor será a resposta de seu peixe, esbanjando saúde e cores vivas.
Mas antes de fornecer todo tipo de alimento para seu peixe, conheça seus hábitos alimentares.

alimentacao-dos-peixes

  • Podemos alimentar os peixes apenas com alimento vivo?

Apesar de ser uma ótima fonte de proteínas e vitaminas, são deficientes em outras fontes que as rações apropriadas possuem. Deverá fornecer esporadicamente, exceto peixes essencialmente carnívoros que exigem alimentos vivos regularmente ou peixes que recusam alimentos secos até estarem totalmente adaptados no aquário.

  • Qual a melhor ração para fornecer aos peixes?

Informe-se sobre os hábitos alimentares de seus peixes para fornecer o que há de melhor e mais adequado para a espécie.

  • É possível usar várias rações ao mesmo tempo?

Pode e deve. Quanto maior a diversificação alimentar, melhor, sempre respeitando a dieta ideal para a espécie.

  • Como alimentar peixes de fundo?

Existe uma grande variedade de rações próprias para estes tipos de peixes. Forneça estas rações ao apagar as luzes, já que grande parte dos peixes de fundo tem hábitos noturnos e evitará que os demais peixes disputem pela ração.

  • É verdade que peixes comem tanto que podem até morrer?

Mito. Com exceção de peixes propriamente “gulosos” como os Kinguios, Bettas, entre outros, grande parte dos peixes chegam até a recusar alimentos.

  • Meus peixes não comem, o que poderá estar acontecendo?

Peixes recém inseridos no aquário poderão levar certo tempo até se habituarem ao novo ambiente, recusando inicialmente qualquer tipo de alimento. Com treinamento e persistência pode-se reverter a situação.

  • Meu peixe estava se alimentando e parou, o que pode ser?

A falta de apetite muitas vezes é associada a alguma doença. O estresse em peixes pode ser causado pela má qualidade da água ou alimentação indevida para a espécie. Atente a detalhes no peixe e seus hábitos para ver se não há nada de errado.

  • A alimentação influência na coloração das fezes dos peixes?

Sim. Sempre atente a coloração de suas fezes. Normalmente deverá ter cores variadas como vermelho, preto, marrom ou verde, de acordo com o tipo de ração fornecida. Fezes transparentes podem indicar alguma moléstia.

Para ajudar na saúde, bem estar e prevenção de doenças do seu peixe, acesse www.loja.arenales.com.br e confira nossos produtos. Quem ama trata com Arenales!

 

    17.11.2017

    Postado em Peixe

    Esportes árduos, infecções, repetição de atividades em excesso, são alguns dos motivos que geralmente ocasionam um desgaste e inflamação nas articulações dos equinos.

    Esses sintomas acompanhados de dor, rigidez, limitação de movimentos e deformação nas articulações são sinais de artrite e artrose em equinos.
    E por incrível que pareça, além de nós humanos, os animais também sofrem com esse problema e os equinos são um exemplo disso.

    Sintomas

    Os primeiros sintomas aparecem no comportamento do animal, por isso é importante estar sempre atento e ver se o animal está correspondendo normalmente as atividades. Os equinos tendem a ficar agressivos ao serem tocados pois sentem dor, começam a mancar e apresentam perda de musculatura.

    Como prevenir?

    O ideal é que o animal passe por um veterinário de tempos e tempos, evite cargas e atividades de muito peso e faça uso de medicamentos complementares que o deixe mais forte e saudável e assim, prevenir esse e outros tipos de doenças.

    Tratamento

    O tratamento de artrite e artrose em equinos é parecido com o tratamento feito em humanos. Consiste em terapias, fisioterapias, repouso, dieta saudável e uso de medicamentos.

    Lembrando que é necessário procurar sempre profissionais e medicamentos de segurança; que sejam eficazes e trate do seu animal para que ele se recupere o mais rápido possível e fique com sua saúde 100%.

    Homeopatia

    Pensando nisso a Arenales Homeopatianimal, focada na homeopatia veterinária, desenvolve medicamentos homeopáticos afim de prevenir e tratar diversos tipos de doenças. Um deles é o Fator Diartro® que age em artrite, artrose e outros problemas. Trate com Arenales e veja a diferença.

    Você encontra esse e outros produtos na nossa loja online.

    Artrite e artrose em Equinos

     

     

      11.11.2017

      Postado em Equinos

      Doença renal é irreversível em gatos

      Assim como nos seres humanos, a função dos rins dos felinos é filtrar e eliminar as substâncias desnecessárias ao corpo, deixando apenas os nutrientes. Mas infelizmente eles sofrem da doença renal de forma irreversível. A Insuficiência Renal Crônica (IRC) pode surgir nos gatos de qualquer idade, mas é mais comum em gatos mais idosos.

      insuficiencia_renal_em_gatos

      Como evitar insuficiência renal em gatos?

      Estimular os gatinhos a ingerir bastante água é fundamental. Lembre-se de que a água deles deve sempre estar limpa e fresquinha. Os felinos adoram água corrente, ter um bebedouro elétrico ou fontes são ótimas opções.

      Sintomas da IRC

      Os principais sintomas da insuficiência renal em gatos é a perda de apetite, cansaço, vômitos, perda de peso, feridas na boca, aumento de ingestão de água e produção de urina.

      Consulta ao Veterinário

      Ao perceber essas alterações no comportamento do seu felino é fundamental a ida ao veterinário para a realização de exames e ter o diagnóstico preciso. Nada de iniciar qualquer tratamento por conta própria, isso pode prejudicar seu gatinho.

      Como tratar insuficiência renal em gatos?

      É imprescindível entender que a doença renal em gatos é irreversível, sendo assim o tratamento é fundamental para retardar a evolução da doença, que costuma ser de forma muito rápida. O tratamento vai depender da situação de cada gato.

      A alimentação é o primeiro passo para iniciar o tratamento, no mercado há várias rações especiais para gatos nefropatas, cuja a composição é pensada especialmente, com baixíssimos níveis de sódio e fósforo, e bem equilibradas em outros nutrientes. Ter uma alimentação regrada auxiliará os rins a trabalhar sem sobrecarga.

      A homeopatia veterinária oferece tratamentos alternativos para que a insuficiência renal consiga ser controlada, mas tudo depende do diagnóstico do veterinário.

      Ressaltando que devido a insuficiência renal ser irreversível nos gatinhos, a doença não apresenta a eles sentença de morte. Se controlada da forma correta eles terão uma qualidade de vida muito melhor.

      Gostou? Acompanhe nosso blog e redes sociais e fique por dentro de muitas dicas e curiosidades sobre o mundo pet.

       

        01.11.2017

        Postado em Gatos

        Se engana quem pensa que os animais estão livres das doenças mentais como ansiedades e depressão. Pelo contrário, elas podem sim se manifestar nos animaizinhos de maneira muito semelhante ao do ser humano, principalmente na forma silenciosa de agir, e é por isso que exige muita atenção para identificar e ser tratada o quanto antes.

        depressao_em_caes

        O que causa depressão em cães

        As causas mais frequentes são as mudanças na rotina, mudança de casa, perda ou adição de um novo integrante na casa e períodos em que o animal esteve doente.

        Quais os sinais da depressão em cães

        Os sinais podem variar de acordo com cada pet. Cada cãozinho tem seu jeitinho de viver, então perceber mudanças de comportamento é fundamental.

        Fique atento a perda de apetite, isolamento, apatia, tristeza e intolerância a toques e aproximação.

        Como tratar a depressão em cães

        O primeiro passo é levar seu cãozinho ao veterinário. Após ser diagnosticado seguir à risca as orientações do veterinário é essencial para a recuperação.

        Medicamento é uma das principais formas de tratamento, há casos que os medicamentos homeopáticos podem ser prescritos como uma alternativa juntamente com atividades físicas, essa combinação pode trazer excelentes resultados.

        Vale lembrar que além de medicamentos e atividades, o pet precisará de muito carinho e atenção para amenizar os sintomas da depressão.  Mostre a ele o quanto é querido por você, e que assim como ele, você é um amigo fiel.

        Gostou? Acompanhe nosso blog, redes sociais e fique por dentro de mais dicas para cuidar bem do seu cãozinho.

          01.11.2017

          Postado em Cães