Todos os posts do mês dezembro, 2017

Aves sem piolhos, ovos sem resíduos!

Estamos vivendo em uma época onde a qualidade de vida é cada vez mais procurada e desejada pelas pessoas. Por isso buscamos consumir alimentos saudáveis e seguros. A melhor forma de termos alimentos saudáveis é cuidando dos produtores desses alimentos. Um exemplo é o ovo, alimento muito consumido por todos, mas que pode oferecer risco […]






Estamos vivendo em uma época onde a qualidade de vida é cada vez mais procurada e desejada pelas pessoas. Por isso buscamos consumir alimentos saudáveis e seguros.

A melhor forma de termos alimentos saudáveis é cuidando dos produtores desses alimentos.

Um exemplo é o ovo, alimento muito consumido por todos, mas que pode oferecer risco a nossa saúde caso as aves produtoras não estejam sadias. Confira algumas dicas para deixar suas aves sem piolhos!

Perigo!

Um dos principais problemas que atrapalha na produção das aves são os piolhos, além de outros parasitas.

Os piolhos são parasitas que se alimentam do sangue de aves, causando anemia e, consequentemente, fraqueza, podendo levar a criação à morte.

Como esses insetos passam de uma ave para outra, é importante que todas as aves e todo o ambiente sejam tratados.

O viveiro deve ser totalmente desinfetado, pois os piolhos também se alojam em frestas de madeira, na palha dos ninhos, entre outros espaços.

Como tratar?

Uma alimentação reforçada é importante para reabilitar as galinhas enfraquecidas pela anemia causada pelos piolhos.

Outra saída é o tratamento através de medicamentos. Pensando nisso, a Arenales desenvolveu um medicamento homeopático chamado Fator Vermes & Piolhos Aves® para controlar e prevenir a infestação de piolho em aves.

O manejo de aves determina nestes animais a presença de vermes, pois os galpões são locais ideais para a reprodução de parasitas, além de moscas e piolhos. O manejo homeopático controla a manifestação destas pragas.

No controle de moscas, deve ser tratado 5000 metros ao redor do aviário, e tomar todos os cuidados com resíduos, rações e matérias orgânicas que podem servir para promover o ciclo das moscas.

Confira

e todos os outros produtos da nossa linha de medicamentos homeopáticos para deixar sua criação mais saudável e segura.

Quem ama, trata com Arenales!

Fator Vermes & Piolhos Aves®

remedio para piolhos em aves

Insuficiência renal em gatos

Doença renal é irreversível em gatos Assim como nos seres humanos, a função dos rins dos felinos é filtrar e eliminar as substâncias desnecessárias ao corpo, deixando apenas os nutrientes. Mas infelizmente eles sofrem da doença renal de forma irreversível. A Insuficiência Renal Crônica (IRC) pode surgir nos gatos de qualquer idade, mas é mais […]






Doença renal é irreversível em gatos

Assim como nos seres humanos, a função dos rins dos felinos é filtrar e eliminar as substâncias desnecessárias ao corpo, deixando apenas os nutrientes. Mas infelizmente eles sofrem da doença renal de forma irreversível. A Insuficiência Renal Crônica (IRC) pode surgir nos gatos de qualquer idade, mas é mais comum em gatos mais idosos.

insuficiencia_renal_em_gatos

Como evitar insuficiência renal em gatos?

Estimular os gatinhos a ingerir bastante água é fundamental. Lembre-se de que a água deles deve sempre estar limpa e fresquinha. Os felinos adoram água corrente, ter um bebedouro elétrico ou fontes são ótimas opções.

Sintomas da IRC

Os principais sintomas da insuficiência renal em gatos é a perda de apetite, cansaço, vômitos, perda de peso, feridas na boca, aumento de ingestão de água e produção de urina.

Consulta ao Veterinário

Ao perceber essas alterações no comportamento do seu felino é fundamental a ida ao veterinário para a realização de exames e ter o diagnóstico preciso. Nada de iniciar qualquer tratamento por conta própria, isso pode prejudicar seu gatinho.

Como tratar insuficiência renal em gatos?

É imprescindível entender que a doença renal em gatos é irreversível, sendo assim o tratamento é fundamental para retardar a evolução da doença, que costuma ser de forma muito rápida. O tratamento vai depender da situação de cada gato.

A alimentação é o primeiro passo para iniciar o tratamento, no mercado há várias rações especiais para gatos nefropatas, cuja a composição é pensada especialmente, com baixíssimos níveis de sódio e fósforo, e bem equilibradas em outros nutrientes. Ter uma alimentação regrada auxiliará os rins a trabalhar sem sobrecarga.

A homeopatia veterinária oferece tratamentos alternativos para que a insuficiência renal consiga ser controlada, mas tudo depende do diagnóstico do veterinário.

Ressaltando que devido a insuficiência renal ser irreversível nos gatinhos, a doença não apresenta a eles sentença de morte. Se controlada da forma correta eles terão uma qualidade de vida muito melhor.

Gostou? Acompanhe nosso blog e redes sociais e fique por dentro de muitas dicas e curiosidades sobre o mundo pet.

 

Depressão em cães: saiba como identificar e tratar

Se engana quem pensa que os animais estão livres das doenças mentais como ansiedades e depressão. Pelo contrário, elas podem sim se manifestar nos animaizinhos de maneira muito semelhante ao do ser humano, principalmente na forma silenciosa de agir, e é por isso que exige muita atenção para identificar e ser tratada o quanto antes. […]






Se engana quem pensa que os animais estão livres das doenças mentais como ansiedades e depressão. Pelo contrário, elas podem sim se manifestar nos animaizinhos de maneira muito semelhante ao do ser humano, principalmente na forma silenciosa de agir, e é por isso que exige muita atenção para identificar e ser tratada o quanto antes.

depressao_em_caes

O que causa depressão em cães

As causas mais frequentes são as mudanças na rotina, mudança de casa, perda ou adição de um novo integrante na casa e períodos em que o animal esteve doente.

Quais os sinais da depressão em cães

Os sinais podem variar de acordo com cada pet. Cada cãozinho tem seu jeitinho de viver, então perceber mudanças de comportamento é fundamental.

Fique atento a perda de apetite, isolamento, apatia, tristeza e intolerância a toques e aproximação.

Como tratar a depressão em cães

O primeiro passo é levar seu cãozinho ao veterinário. Após ser diagnosticado seguir à risca as orientações do veterinário é essencial para a recuperação.

Medicamento é uma das principais formas de tratamento, há casos que os medicamentos homeopáticos podem ser prescritos como uma alternativa juntamente com atividades físicas, essa combinação pode trazer excelentes resultados.

Vale lembrar que além de medicamentos e atividades, o pet precisará de muito carinho e atenção para amenizar os sintomas da depressão.  Mostre a ele o quanto é querido por você, e que assim como ele, você é um amigo fiel.

Gostou? Acompanhe nosso blog, redes sociais e fique por dentro de mais dicas para cuidar bem do seu cãozinho.