Porque pai de pet, é pai também

pai-de-cachorro

Seu filhote de quatro patas pode não dizer ”te amo” em palavras, mas abana o rabinho para expressar todo o seu amor. Pode não falar quando está faminto, mas dá um jeito de arrastar o pote de ração até você, também pode não mandar um whatsapp quando está com saudade, mas sente o seu cheirinho de longe. Ser pai é realmente uma alegria, seja pai de gente ou de cachorrinho.

O amor é o mesmo

Quando alguém se propõe a cuidar de um animalzinho, também vivencia a mesma experiência paterna com responsabilidades e deveres: criar, educar e participar do desenvolvimento do pet. Um estudo realizado na Universidade Melbourne, na Austrália, comprovou esse elo paterno através de um hormônio presente nos mamíferos conhecido como octional. Ele é responsável pelo amor entre os peludinhos e seus tutores, legal né?

Paizão coruja

Aquela frase que os filhos serão para sempre bebezinhos, não pertence só aos humanos, mas ao mundo pet também!

  • Papai de bichinho adora enfeitar o filhote com roupas, correntes e acessórios;
  • Mimam com ração, presentinhos e passeios;
  • Fotos? Ah, elas são feitas em todos os momentos e em todos lugares possíveis. “É só dizer olha o passarinho” e pronto;
  • Para os pais apaixonados, seu filho pet será para sempre o mais bonito;
  • E como todo bom herói, cuida da sua cria como ninguém.

Felicidade completa.
Se você ainda não é pai de um peludinho, ADOTE e encontre o real sentido de amar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *