HOMEOPATIA ANIMAL
HOMEOPATIA VETERINÁRIA

Depressão em cães idosos: prevenção e tratamento

depressão em cães

Você sabia que o cachorro consegue deixar as pessoas mais felizes? É verdade, pessoas com depressão em contato diário com o pet pode ter uma melhora significativa em seu quadro. Mas também é fato que os cachorros mais idosos por mais que consigam transmitir uma alegria inestimável não estão imunes à depressão, ainda mais com o avanço da idade.

Por isso, é preciso ficar atento aos sinais do seu pet para saber se o humor deles é normal ou é algo que começou há pouco tempo.

Pensando no bem-estar do seu pet, a Arenales preparou esse artigo para te orientar quanto aos sinais de depressão no seu cachorro idoso e como tratar. Confira:

Atenção se seu pet idoso começar a apresentar os seguintes comportamentos:                                 

  • Isolamento – há casos que isso é bem perceptível, outros não. Comece a perceber os lugares que seu pet anda, ele costumava ficar ali? Por ser um animal idoso ele pode começar a se sentir mais sozinho e se isolar, isso é um sinal que precisa ser analisado.
  • Perda de apetite – Comece a reparar no pote de ração dele, ele anda comendo toda a comida? Cachorros com depressão costumam não ter fome e por isso acabam perdendo peso, sendo fisicamente perceptível na maioria das vezes.
  • Olhar triste – Não digo aquele olhar emocionado com algo, digo, o que os olhos dele transmitem? Ajuda a perceber isso quando você repara que ele não está animado igual antes.
  • Coceira e lambedura com frequência
  • Agressividade – Mudança repentina no comportamento

Perceber o cachorro triste dá um desconforto gigante para nós que acreditamos cuidar tão bem deles. Acontece que quando isso acontece, muitas vezes nos perguntamos se temos culpa e queremos saber o porquê estar triste.

Verificar o histórico:

  • Maus tratos
  • Morte ou ausência de alguém que ele era muito próximo (tanto um membro da família como um pet).
  • Chegada de um novo membro da família, por não receber a mesma atenção que antes ele pode se sentir sozinho ou deixado de lado.
  • Não deixar o pet “livre”, ou seja, sem passeio e preso em lugares pequenos

Se o seu cachorro está bem, ótimo! De qualquer forma é fundamental saber o que fazer para evitar que ele tenha depressão.

Ao identificar os sinais de depressão em seu cachorro, é importante que a consulta ao veterinário seja feita. Afinal, ele como um profissional saberá fazer as orientações mais adequadas do tratamento que deve ser feito ao pet, inclusive porque pode acontecer de não ser depressão e sim outro problema, até mesmo sinais da velhice. Por isso a importância de um especialista.

Além disso, casos como a depressão em pet pode ser tratado com medicamentos homeopáticos que é um método natural de cuidar do seu animalzinho. Além de ser uma alternativa terapêutica que não só trata como também previne.

Homeopatia para cães idosos

A Arenales Homeopatianimal, referência em Homeopatia Veterinária, propõe que nesse caso, para cães idosos o FATOR SENIL® pode ser o mais indicado. Esse medicamento é para cães e gatos que apresentam envelhecimento prematuro, sonolência diurna e à noite, angústia que o obriga a caminhar; agitação não conseguindo permanecer em repouso, confuso, desconhece lugares familiares e desejo de fugir.

Para mais informações sobre o medicamento acesse Loja Arenales.

Espero que esse artigo tenha sido útil para você. Até a próxima!

27.04.2020

Postado em Sem categoria

Dê dua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.